FANDOM


30px-Era-imp30px-GoodIcon



Ufan Nawoa

Ufan Nawoa - Cavaleiro Jedi

Informações biográficas
Planeta Natal

Concord Dawn

Data de Nascimento

40 ABY

Data de Morte

20 ABY, Bothawui

Descrição física
Espécie

Humano

Gênero

Masculino

Cor do cabelo

Preto

Cor dos olhos

Castanhos

Cor da pele

Branca

Informações cronológicas e políticas
Era(s)

Era da Ascensão do Império

Afiliação
Mestre(s)

Ant'Hu Marak

"Mestre, em que ocasião é preciso matar?"
"A morte não é precisa Nawoa, só devemos apelá-la em extremas ocasiões."
―Ufan Nawoa e seu Mestre.[fonte]

Ufan Nawoa foi um Cavaleiro Jedi da espécie Humana, servente à Ordem Jedi e à República Galáctica em suas últimas décadas. Em 22 ABY, fez parte de uma força-tarefa, encarregados de resgatar o Padawan Anakin Skywalker e seu Mestre, Obi-Wan Kenobi junto à Senadora de Naboo Padmé Amidala no planeta Geonosis. Nawoa foi um dos poucos sobreviventes no planeta, em que a batalha gerou as Guerras Clônicas.

Durante as Guerras Clônicas, um conflito entre a República Galáctica e a Confederação dos Sistemas Independentes, serviu como um General Jedi em algumas missões. Numa delas, em Bothawui, na Terceira Batalha de Bothawui, faleceu após se sacrificar para salvar a vida de uma cidade inteira, onde moravam os Bothanianos.

BiografiaEditar

Um Sensitivo à Força vindo de Concord Dawn, Ufan Nawoa foi identificado pela Ordem Jedi e levado para treinamento no Templo Jedi de Coruscant. Logo, Nawoa foi selecionado pelo Mestre Jedi Ant'Hu Marak, um Jedi Ithoriano. Participaram juntos de muitas missões e, com Marak, Nawoa completou seu treinamento.

Guerras ClônicasEditar

Batalha de GeonosisEditar

"Uma guerra está por vir... ela é inevitável."
―Ufan Nawoa falando sobre a Batalha de Geonosis, e posteriormente as Guerras Clônicas.[fonte]

Em 22 ABY, Ufan Nawoa fez parte de uma força-tarefa Jedi, que do qual tinha seu objetivo resgatar o Padawan Anakin Skywalker e seu Mestre Obi-Wan Kenobi, junto a Senadora de Naboo Padmé Amidala, das mãos dos Separatistas no planeta Geonosis.

A missão, porém, levou à uma batalha entre os Separatistas e os Jedi força-tarefa. Ufan Nawoa foi um dos poucos Jedi a sobreviverem, participando do círculo final. Com a chegada do reforço clone ao planeta (comandado pelo Grande Mestre Jedi Yoda), Nawoa comandou um esquadrão de clones para a destruição da fábrica de dróides. Com essa batalha, havia o estouro das Guerras Clônicas.

Captura de Savage OpressEditar

Os Jedi em ação

Ufan Nawoa, Anakin Skywalker e Obi-Wan Kenobi em ação na captura de Savage Opress.

"Precisamos capturar esse monstro!"
―Ufan Nawoa sobre Savage Opress.[fonte]

Durante as Guerras Clônicas, Ufan Nawoa foi convocado junto à Anakin Skywalker e Obi-Wan Kenobi para capturar o Aprendiz Sith de Conde Dookan, Savage Opress. Enviando Opress na missão de capturar o rei Toydariano Katuunko, eles entraram em ação. Tentando impedir que Savage o capturasse, eles então, entraram numa batalha. Sendo nocauteado pelo Sith, Savage, Skywalker e Kenobi continuaram sua briga. Acordando, Ufan tenta ainda fazer algo, mais Katuunko estava morto e Savage tinha fugido. Desde então, Nawoa estava a procura do Zabrak.

Terceira Batalha de BothawuiEditar

"Essa batalha é de extrema importância para a República."
―Ufan Nawoa.[fonte]

No ano de 20 ABY, Ufan Nawoa estava presente no planeta Bothawui como um General Jedi do Grande Exército da República, comandando suas tropas contra a Confederação dos Sistemas Independentes, na cidade de Bothaua. O que Nawoa não sabia, era que a Confederação obtinha uma arma capaz de destruir uma cidade inteira, e seu alvo era a cidade onde o Jedi e seu exército estava. A cidade era de extrema importância econômica e militar, o que aumentava os interesses da Confederação em destruí-la.

Os Separatistas puseram seu plano em andamento, manuseando um de seus Caças estelares para dentro da cidade, jogando uma bomba, que estava prestes a explodir. Para salvar os habitantes da cidade, Ufan Nawoa colocou a bomba em sua nave e, entrando nela, foi em direção ao bloqueio feito sobre o planeta, até a nave-bloqueio central da Confederação, que comandava toda a frota Separatista. Sabendo que não sobreviveria, Ufan continuou mesmo assim e, propositamente bateu sua nave contra a nave-bloqueio central, a destruindo e consequentemente desativando os dróides que estava no planeta, desestabilizando as outras naves presentes. Com a perda, os Separatistas foram obrigados a recuar suas forças, dando a vitória para a República e, acabando ali a vida de do Cavaleiro Jedi.

ApariçõesEditar

FontesEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.